RESENHA Filme Contato (1997)

Colunista Cinematográfico 🎬 
Rodrigo Vieira – Two Brothers Filmes @twobrothersfilmes

✭✮✯✰★

•Filme Contato (1997)
•Direção Robert Zemeckis •Produtora Warner Bros.
┈┉┈┉┈┉┈┉┈┉┈┉

Desde menina, Ellie Arroway (Jodie Foster) sempre se mostrou muito curiosa. E com o incentivo do pai Ted Arroway (David Morse), descobriu muito nova o que queria, se tornar astrônoma e buscar indícios de outras vidas no universo. Já adulta, após anos de espera e estudos, a já cientista enfim, confirma sua teoria sobre civilização extraterrestre ao descobrir como construir uma máquina capaz de fazer viagens intergalácticas. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀
┈┉⠀
Baseado na obra homônima do astrônomo Carl Sagan, que assessorou a equipe nos aspectos científicos e morreu antes do final das filmagens. 
O filme aborda de forma eficaz os conflitos entre a tecnologia (em ascensão na época) e as relações humanas, as discussões entre a ciência e religião. Abordagens essas, mesmo após mais de 20 anos, continuam bem atuais. 
┈┉⠀⠀⠀⠀
"Se não existe vida fora da Terra, então o universo é um grande desperdício de espaço".


O consagrado diretor Robert Zemeckis (De Volta para o Futuro, Forrest Gump, Náufrago) sabe como poucos, extrair o melhor de seus atores, principalmente de seus protagonistas, e aqui não é diferente, a atriz Jodie Foster está muito bem e entrega uma personagem focada em teus objetivos, que busca a verdade para tentar realizar o teu maior sonho. Mesmo que para isso, ela evite relações amorosas e é onde o filme perde um pouco do ritmo, em focar nos conflitos de uma possível paixão. Talvez causado um pouco pela 'breguice' dos anos 90, quem sabe. Isso me incomodou um pouco, reassistindo a trama.
┈┉⠀⠀
Apesar de um pouco enrolado em algumas partes, a trama central flui bem e as interações entre ela e Palmer Joss (Matthew McConaughey) são muito boas, é claro, tirando a relação amorosa entre os dois. Joss que está ali, para colocar os princípios religiosos em pauta e que, apesar de não me agradar, a atuação de McConaughey não compromete. 
┈┉⠀

O longa tem como seu componente principal a ficção-científica e talvez por isso, pode não agradar a todos. Porém filmes assim, tendem a passar algum tipo mensagem sobre a humanidade, as tuas ações sobre o planeta e o que podemos esperar para o futuro.
Enfim, digo que ficção-científica não é um filme comum, normalmente é algo mais cerebral, que faz você pensar, refletir e que vai ficar na tua cabeça por um tempo. E para quem gosta do gênero, assim como eu, é um prato cheio e as duas horas e meia, vão valer a pena. E a principal mensagem que fica é: 


Redes Sociais

Twitter Facebook Google Plus RSS Feed Email Pinterest

Milk no Google +

Milk no YouTube

Siga o Milk!

Milk no Instagram!

Milk no Facebook!

Seguindo o Milk!

Milk no Twitter!

Postagem em destaque

Pesquisa de Público

Olá!  Responda nossa pesquisa de público. Quero te conhecer! É rápido e fácil! Obrigada!  Beijinhos!  Lu ; ) Loadin...

Total de visualizações de página

Minha estante no Skoob

Copyright © Milk Shake de Palavras da Lu | Powered by Blogger
Design by Lizard Themes | Blogger Theme by Lasantha - PremiumBloggerTemplates.com